sexta-feira, 14 de maio de 2010

Valeu a pena!


Sai da minha casa com a intenção de me divertir e aproveitar, fui parar num estado que não era o meu, mas com a vontade de ser feliz. E você não estava nos meus planos, ai no meio do nada encontrei tudo, encontrei você. Naquele momento algo dentro de mim mudou, mas não dei atenção, aos poucos fui me entregando, sem medo de sofrer, sem medo de me arrepender, mas com esperança. Quando você disse que me amava, fui tocada, porque até então você era comum, estar contigo era bom, entretanto eu achava que não fazia diferença com ou sem você. E naquele exato momento em que meus ouvidos ouviram sua boca dizendo: EU TE AMO perdi um pouco a noção. Ninguém tinha me dito aquilo ate aquele dia, me senti a melhor das mulheres. Ao seu lado me senti feliz, realizada, assim aproveitei cada segundo de nós dois.
Era um lindo sonho que eu não queria acordar nunca, mas a vida me jogou no chão e me fez ver que eu não poderia te ter pra sempre, infelizmente ela estava certa, no momento em que estávamos nos despedimos e olhei nos seus olhos pela ultima vez, percebi que nosso sonho acabava ali e que nossa historia tava tendo um fim, estava morrendo, mas saiba que ela nunca morreu dentro de mim. Cada minuto da minha vida respirei você, eu nunca esqueci você e nem seus beijos, muito menos seu olhar. Eu realmente te amei, acho que ainda amo, mas agora choro de felicidade por que você está feliz. Lembrar do nosso maior empecilho a distância, me faz perceber que nossa história tinha data para começar e para terminar.
O que vivemos foi lindo eu tenho orgulho de dizer, pra todo mundo que me pergunta que essa historia foi a mais linda de todas que já li e vi na minha vida. Hoje você já está com outra pessoa e eu desejo de todo meu coração que ela, valha a pena, que ela saiba te amar, seja feliz.
Eu sempre quis fazer das minhas cartas, especiais e únicas, mas vou falar, ou melhor, escrever uma coisa que todo mundo escreve, vá pra perto de uma janela e sinta o leve tocar da brisa e sinta o meu beijo, o meu abraço, as minhas caricias, como se eu estivesse ai, pois pelo menos isso a vida pode me oferecer, me tirou o que havia de mais importante que era você, mas me deu formas de te amar de longe. Foi diante da distância que conheci o vento, é ele que agora te toca por mim. Pode estar nublado, com chuva ou com sol, com estrelas ou apenas uma noite escura, esse mesmo vento que hoje te toca um dia nos uniu.
‘Ontem’ você foi “meu” e fez parte da minha história, hoje você faz parte do meu coração e da minha memória, amanhã com certeza continuará no meu coração, mas será a mais doce lembrança do meu passado e a confirmação de que nada acontece por acaso, que o importante mesmo é aproveitar cada momento ao lado da pessoa amada e não importa quanto tempo dure o melhor é fazer cada dia valer a pena e cada momento ser tão intenso que mesmo a pessoa não estando presente se é capaz de enxergá-la com nitidez e amor e nem mesmo o tempo ou a distância, nem mesmo a vida ou a morte é capaz de destruir dois corações que se amam.
Você me ensinou muita coisa, e me mostrou que vale a pena arriscar, se entregar, pois mesmo não tendo você, tenho experiência e tenho lembranças. Nossa historia como toda historia ficou no passado, mas pra sempre no coração. Você não foi, não é e não será o único homem em minha vida mas tenha certeza tudo o que vivi com você valeu a pena.

Carta escrita em janeiro de 2008, baseada em fatos reais

Kézia Sena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário